Dia de Verão – Praia Selvagem

Aproveitando mais um final de semana com horário de verão, descemos para Ubatuba até a praia Fortaleza.

Nossa motivação era novamente buscar um local especial para caminhar e nadar, e desta vez acampar numa praia selvagem. A praia escolhida foi a do Cedro.

P1120003 (Large)

Desta vez, ao invés da saída ser na praia Lagoinha, partimos da praia Fortaleza. Com esta inversão a distância total da caminhada foi reduzida de 10 para 6 km.

Todo o percurso é dentro da mata em trilha costeira, ao contrário do outro lado onde se passa por diversas praias, entre elas, o Bonete.

P1110989 (Large)

O mais divertido é acampar no Cedro. Com espaço de sobra para as barracas, também montamos uma rede para ficar de papo pro ar.

No Cedro o tempo não passa. Fizemos tanta coisa entre preparar acampamento e almoço, e ainda tínhamos 5 horas de luz do dia.

P1120007 (Large)

A brisa batia forte refrescando todos os cantos, mas com o movimento aparente do sol, o calor invadiu as barracas. O jeito foi cair na água.

O jantar demorou horas até que a fogueira estivesse em brasa para assar os quitutes.

Depois na areia da praia, ficamos absorto pela batida das ondas naquela noite escura e observamos uma luz fraca que vinha da ilha do Mar Virado…

Embarcação ancorada ou alguém na ilha?

Naquela noite os pensamentos voaram junto com a brisa do mar!

P1110986 (Large)

Mais um dia de verão…

P1110983 (Large)

… Em um paraíso do litoral norte de São Paulo.

Pernoite no Cedro

Como caminhar é preciso, também é preciso calibrar a dose do perrengue entre uma trilha e outra.

P1090776 (Large)

Desta vez seria uma daquelas trilhas onde as grandes dificuldades foram trocadas pelo prazer de deitar numa rede e ver o tempo passar.

P1090927 (Large)

Sabe aquela vadiagem sadia de lazer para descansar o corpo e a mente. É isso mesmo, ter aquele tempo livre para não fazer absolutamente nada.

O nada como estado de inércia física ou intelectual. Não fazer nada, não pensar em nada. Para quem trabalha muito é um excelente relaxante.

P1090788 (Large)

É claro que numa caminhada com pernoite, por mais fácil que seja, tem lá suas diversas atividades, como montar acampamento… E quando o local é selvagem, o trabalho aumenta.

P1090830 (Large)

Como para nós tudo isso é pura diversão, partimos da praia da Lagoinha e fizemos acampamento selvagem na praia do Cedro, litoral de Ubatuba.

Com direito a montagem de barraca, rede, fogueira, boa comida e bebida, banho de mar e mergulho apneia. Então esse ócio não foi tanto assim.

P1090843 (Large)

O entardecer foi um espetáculo a parte.

P1090875 (Large)

Desafio nas Praias de Ubatuba

O Desafio 28 Praias foi superar 40 km no litoral de Ubatuba. Diversão garantida numa prova que teve duração máxima de nove horas.

Entre amigos de corridas de montanha, cada um partiu na categoria solo.

P1080821 (Large)

O percurso é fantástico. Percorreu duas trilhas na mata atlântica da Serra do Mar, conhecidas como trilha das Sete Praias e trilha do Saco das Bananas, onde juntas somam aproximadamente 20 km de extensão. Não precisa nem dizer das inúmeras subidas e descidas em meio as trilhas single track.

P1270121 (Large)

Em estradas de terra e asfalto foram cerca de 10 km e mais 10 km em trechos de praias. O percurso teve largada na Tabatinga e termino na praia Dura. A corrida passou pelas praias do Simão, Caçandoca, Pulso, Maranduba, Sapê, Pontal, Lagoinha, Peres, Bonete, Grande do Bonete, Cedro e Fortaleza.

percurso2

No 1º trecho percebi como o desafio seria difícil. A partir da largada na praia o percurso subiu por estrada de terra, trilhas em mata fechada e passagem rápida pela praia do Simão até chegar na Caçandoca.

percurso3

O 2º trecho reservou um pouco mais de praia, trilha, estrada de terra e a surpresa foi a travessia do rio Maranduba. Não resisti e atravessei na foz do rio, onde nem foi preciso nadar. Ótimo para refrescar!

percurso4

No 3º trecho a corrida foi todo em areia, da Maranduba até a praia da Lagoinha. Nesse ponto já tinha percorrido 23 km e os primeiros sinais de maior cansaço começaram a surgir.

percurso5

No 4º trecho alternou mais trilhas e praias, da Lagoinha até a Fortaleza. Então na praia do Cedro percebi meu ritmo de prova piorar. Como dizem os corredores, “faltou perna” no final. Na realidade faltou volume de treino e treinos longo para estar melhor preparado.

percurso6

Finalmente o 5º trecho foi de muito “trotinho” para superar a sequência de subidas em asfalto e depois percorrer os últimos 2 km até o final da praia Dura.

P1030242 (Large)

A organização está de parabéns! A largada foi bem cedo e pontual. Ótima sinalização do percurso na indicação de galhos e árvores, pontos para não ultrapassar ou com risco de queda. O evento contou com muitos staffs e toda infraestrutura para atender os atletas.

Aos amigos, mais uma vez muito grato pela companhia! Aos mais preparados, parabéns! Enfim, mais uma vivência gratificante nos desafios em corrida.

As paisagens do percurso são exuberantes!

P1080834 (Large)

Percurso: site Desafio 28 Praias Maratona de Revezamento

Circuito Fortaleza Deserta

O circuito Fortaleza Deserta nada mais é que um trecho da Trilha das Sete Praias, localizado entre a praia da Fortaleza e Lagoinha, litoral de Ubatuba.

P1090231 (Large)

Naquela manhã de verão, descemos em direção ao litoral para uma belíssima trilha, onde até poderíamos chamar de passeio na mata em busca de praias desertas.

P1090265 (Large)

A trilha saiu da praia da Fortaleza em uma hora de caminhada até a praia do Cedro. Amanheceu um nublado com temperatura amena onde facilitou nossa progressão dentro da mata atlântica.

P1090261 (Large)

Assim que chegamos ao Cedro desviamos a esquerda pelas rochas, em mais quinze minutos de caminhada, até a praia Deserta, totalmente escondida por terra e pelo mar é constantemente visitada por pequenas embarcações.

P1090248 (Large)

Ficamos a contemplar a praia e aquelas rochas espalhadas num pequeno pedaço de areia. Encontramos árvores de abricó, frondosas e carregadas de frutos ainda verdes. Após deleite daquele momento retornamos ao Cedro.

P1090297 (Large)

P1090301 (Large)

No Cedro desfrutamos de horas numa praia quase deserta da presença dos turistas de veraneio. Entre um banho no mar e outro no riacho buscamos as sombras da amendoeira-da-praia, também conhecida como chapéu-de-sol.

P1090315 (Large)

Ao meio dia, sol a pino, chegou a hora do lanche com castanhas, maçã e água. Em seguida iniciamos o retorno em direção ao Costão Rochoso da Fortaleza, que se projeta em direção ao mar aberto.

P1090346 (Large)

Retornamos a praia da Fortaleza para mais um banho no mar e parada para almoço. Como estávamos no horário de verão, finalizamos com um mergulho na Cachoeira da Bacia que está escondida no sertão do Corcovado.

P1090370 (Large)

Trilha das Sete Praias

P1050081 (Large)

No verão descemos a serra em direção as trilhas no litoral norte de São Paulo. Lugar de praias preservadas, algumas desertas.

P1050087 (Large)

Iniciamos na praia da Lagoinha caminhando em poucos minutos até a praia do Perez. Atravessamos a praia do Bonetinho, passando por uma pequena vila de pescadores, em direção a praia do Bonete.

P1030712 (Large)

Entre morros escondidos na mata, chegamos num mirante que revela a Enseada do Mar Virado. A praia do Cedro é um espetáculo a parte. Com sorte avistamos golfinhos ou tartarugas nadando próximo a praia. Parada obrigatória para banho de mar. A praia Deserta pode ser vista no costão rochoso da praia do Cedro.

P1080873 (Large)

Na etapa final seguimos até a Ponta da Fortaleza, local onde a força da natureza pode ser observada pela magnífica vista do mar oceânico e pela imponência das ondas batendo no costão rochoso. O final aguarda a praia da Fortaleza para um descanso merecido.

P1050136 (Large)

A caminhada é feita na mata atlântica, alternando trechos de areia, rocha e trilha na zona costeira com trechos de subida e descida de morros.

P1030750 (Large)

Local: Ubatuba / SP