Corrida em Natividade da Serra

A expectativa era grande para esta corrida de rua em Natividade da Serra. A começar pela natureza exuberante, formada por pastagens, florestas, cachoeiras, na confluência dos rios Paraitinga e Paraibuna e às margens da represa da CESP – Companhia Energética de São Paulo. Outro destaque é a localização na região do Alto Paraíba e Serra do Mar, a 720 metros de altitude, com 80% de extensão territorial montanhosa. Então já era esperado um percurso desafiador e ao mesmo tempo de belas paisagens.

Outro ponto alto dessa corrida é o evento em si. A bucólica e pacata cidade de Natividade da Serra, de um povo simples e acolhedor, enfeitou a Praça do Centro Cultural com um varal de roupa de Papai Noel e um presépio de Natal. Durante o evento um locutor e uma banda de rock’n’roll animaram os corredores, visitantes e moradores.

A corrida Jerônimo Gomez Villarino é uma iniciativa da associação de moradores do bairro da Marmelada. O evento começou com corridas para as crianças e adolescentes, e depois teve a largada para o público adulto nas distancias de 5 e 10 km. Foi uma corrida de rua desafiadora e alegre.

Anúncios

Parque Nascentes do Tietê

Nos primórdios era chamado de Anhembi e no século XVIII foi batizado Tietê. Agraciado com um nome tupi que significa “água verdadeira”.

P1130847 (Large)

O rio Tietê facilitou a entrada dos Bandeirantes para o interior do país. Um rio que ajudou a desenvolver o estado de São Paulo através da construção de barragens, eletrificação, abastecimento de água e hidrovia.

Com a rápida expansão urbana e industrialização, o trecho metropolitano de São Paulo foi duramente atingido pelo esgoto doméstico e poluição industrial.

Em 1992 iniciou-se um programa de despoluição, denominado Projeto Tietê. A mancha de poluição do rio tem se reduzido a mais de 20 anos, mas muito ainda há para ser feito.

P1130834 (Large)

O Parque Nascentes do Tietê foi criado em 1996 com a missão de preservar suas nascentes, flora e fauna do seu entorno, e promover educação ambiental através de visitas monitoradas.

Para um passeio na mata pode-se caminhar nas trilhas da Araucária, da Pedra e do Bosque, com extensão de 162, 266 e 1.142 metros respectivamente.

P1130880 (Large) P1130872 (Large) P1130867 (Large)

O rio Tietê tem suas nascentes localizadas na Serra do Mar, a 1.127 metros de altitude, no município de Salesópolis.

A cerca de 20 km distante do oceano, o rio segue em sentido contrário para o interior do estado de São Paulo. Atravessa 62 municípios, de sudoeste a noroeste, em 1.136 km até sua foz em Itapura, no rio Paraná.

P1130887 (Large)

As nascentes estão dentro de uma floresta secundaria, a poucos metros da entrada do parque. A água brota nas rochas em três pontos diferentes, formando um laguinho povoado por minusculas aranhas d’água e guarus.

Vídeo original:

Local: Salesópolis – SP.

Pernoite no Corcovado

P1050882 (Large)

Paramos o carro próximo a um campo de futebol para iniciar a nossa jornada. O GPS marcava cota 15 metros e avistamos o nosso desafio que estava a 1.180 metros de altitude, o Pico do Corcovado em Ubatuba.

P1050890 (Large)

Após o campo de futebol seguimos a direita onde atravessamos um regato e na segunda bifurcação à esquerda entramos na mata. Atravessamos dois rios e continuamos na trilha a esquerda. Deste ponto adiante muito transpiração e diversão durante a subida íngreme.

P1050986 (Large)

Em uma hora de caminhada chegamos à cachoeirinha, local onde captamos água e ganhamos fôlego. Logo seguimos até o mirante na pedra da Igrejinha, espaço onde temos a primeira vista do litoral e da praia Brava, e também se avista o Corcovado.

P1050962 (Large)

De volta à trilha, o angulo da subida aumenta em um terreno repleto de raízes. Com a mochila cargueira nas costas a subida era a passos lentos até atingirmos uma clareira onde encontramos acesso a mais uma queda d’água.

P1050994 (Large)

Seguimos subindo e alcançamos mais uma clareira, mas desta vez na crista da serra. A cada passo ganhamos visões do interior da serra e do litoral norte. Neste lugar o caminho percorre uma vegetação com muitas bromélias.

P1060049 (Large)

No finalzinho, sobe-se um íngreme barranco usando a vegetação lateral como agarras. Então a crista se prolonga ao lado de um despenhadeiro. Do lado direito está a ponta do Corcovado e a esquerda encontramos o cume e um local protegido do vento para acampamento.

P1060018 (Large)

A natureza singular reservou um dia quente onde o sol poente trouxe uma grande sombra do pico aos pés da serra do mar. O calor se esvaiu. Para nossa surpresa a lua cheia acentuou o contorno da serra e ampliou as luzes vindas da cidade de Ubatuba.

P1060038 (Large)

Durante a madrugada fria o vento chegou forte e antes do amanhecer saltei para fora da barraca. Mais um esplêndido nascer do sol! Grato por mais um final de semana junto a uma natureza espetacular e aos amigos de fibra.

P1060149 (Large)

“Subi o ponto mais alto possível e olhei pro oriente. Raios de luz despontaram atrás das montanhas. O vento ainda doía à pele. Como numa pintura o quadro se encheu de luz vermelho alaranjado que inundou o amanhecer de mais um dia.”

Trilha do Garcez

P1050448 (Large)

A Trilha do Garcez está localizada dentro do Parque Estadual Serra do Mar – PESM, Núcleo Santa Virgínia – Base Vargem Grande, município de Natividade da Serra / SP.

P1050519 (Large)

Um lugar para contemplar a beleza natural da Serra do Mar caminhando às margens do rio do Jacu e rio Grande. O caminho dentro da floresta atlântica de planalto tem variação altimétrica em torno de 230 metros e uma distância total de 6 km.

P1050554 (Large)

Esta trilha conta com diversos atrativos naturais entre cachoeiras e poços para banho, como a cachoeira do Garcez, cachoeira do Pocinho, rio do Jacu e poços para banho ao longo do rio Grande.

P1050538 (Large)

Dentro do parque é fácil encontrar árvores como Manacá-da-serra, Cedros, Palmeiras, Canelas, Araçás e Palmito Jussara. A fauna abriga uma diversidade de 146 espécies de aves endêmicas da Mata Atlântica e 67 espécies de mamíferos.

P1050492 (Large)

Com um pouco de prática na observação do ambiente, pode-se ainda encontrar anfíbios e répteis usando do recurso da camuflagem para se proteger ou esconder dos predadores.

Local: Natividade da Serra / SP.

Serra do Mar

” É como uma muralha recortada em tons verde de uma densa mata tropical caindo abruptamente na praia ” (visão do mar)

P1010791 (Large)

Como toda corrida de montanha as subidas parecem sem fim e nas descidas não adianta acelerar porque o tombo pode ser grande. Então seguimos em direção ao litoral de São Sebastião para este desafio na Serra do Mar.

P1010736 (Large)

O domingo amanheceu ensolarado na praça do pôr-do-sol. Os corredores aguardavam a largada na praia de Boiçucanga onde tive a sensação de estar com os pés presos na areia fofa e inclinada da praia.

482506_517296858308299_1722733891_n

Deixando para trás o barulho das ondas, seguimos um pequeno trecho de asfalto até a estrada do Cascalho encontrar o rio Boiçucanga. Em quase um quilometro de extensão, a estratégia era tentar correr no leito do rio e nas partes mais rasas.

198255_517298758308109_1849493299_n

944418_516709145033737_1349272678_n

A empolgação era grande entre os corredores quando iniciamos a parte seca do percurso. Retornamos numa estradinha de terra e depois entramos nas trilhas. No início da trilha da praia Brava a subida era constante numa forte variação altimetrica.

945019_517505648287420_1617679749_n

600856_517508108287174_638465411_n

A Serra do Mar revelou o inesperado como o canto estridente de uma araponga, a floração do manacá da serra e no topo da trilha avistamos o mar e a praia. Neste ponto chegamos ao “down hill” em ondas, descida da trilha do Oleoduto da Petrobrás, uma descida íngreme com ondulações até o nível do mar.

215379_517508444953807_1688331962_n

Faltando uns dois quilômetros retornamos ao trecho de areia num esforço final até o portal de chegada. Como premio merecido fui para um banho no mar!

941293_517509608287024_1592849220_n

Fotos: Fabio Andrade, Wladimir Togumi e Kleber Luz.