Cadê o Caminho?

Sabe quando você já caminhou muito, muito mesmo. Está cansado. Por isso, uma paradinha para um gole d’água. Assim você olha pra cima e vê aquela gigantesca montanha. Parece que não tem como subir até lá, no topo.

Cadê o caminho? Está logo ali, atrás daquele arbusto, entre as pedras. Não se engane, depois muitas escalaminhadas e uso de cordas nas partes íngremes. Difícil até o último passo rumo ao cume.

Que alívio. Mais um desafio superado ao lado da alegria momentânea, humildade sempre e paciência com mais frequência que o desejado. Logo atrás vem a determinação. Parada obrigatória para o momento de contemplação e gratidão.

As vezes me desvio do caminho, mas logo volto. As vezes perdido e indeciso, penso que está logo ali, a trilha, o caminho, a resposta, a verdade, o momento presente. Respiro, sorrio, é lá vem ela, silenciosa resposta. Logo, de volta no caminho, sigo em frente (na vida).