Floresta Nacional de Passa Quatro

No Brasil, floresta nacional é uma das categorias de áreas protegidas de uso sustentável estabelecidas pelo Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza, para promover pesquisa científica e uso sustentável dos recursos florestais.

A Floresta Nacional de Passa Quatro abriga uma área para recreação ao ar livre, com lago, cachoeira, rio, fonte de água mineral, viveiro de mudas, criação de trutas, jardins e área administrativa. A visitação é gratuita.

Esta unidade de conservação foi criada oficialmente em 1968, e controlada pelo IBAMA até 2007. Atualmente é administrada pelo ICMBio – Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade.

Área remanescente da Mata Atlântica, integra o Corredor Ecológico da Serra da Mantiqueira, abrangendo 3,3 milhões de m², de florestas de araucárias, eucaliptos e pinus plantadas, araucárias nativas e matas, numa altitude entre 900 a 1.400 metros.

A boa infra-estrutura facilita a visitação pública para desfrutar dos atrativos. Na caminhada vale a pena visitar a cachoeira do Iporã, ou apenas passear próximo ao lago, relaxar ao som da natureza ou fazer um piquenique.

Local: Passa Quatro / MG.

Parque Nacional de São Joaquim

P1050900 (Large)

Em 1961 foi criado o Parque Nacional de São Joaquim, tendo seus limites nos municípios de Urubici e Bom Jardim da Serra (parte alta), Orleans e Grão Pará (parte baixa).

P1010953 (Large)

A origem desse belíssimo parque nacional se originou na necessidade de proteger a Mata de Araucária, muito comum nessa região de Santa Catarina.

A formação geológica do parque é composta por basalto e arenito. As composições rochosas existem a mais de 100 milhões de anos.

P1130643 (Large)

O cartão postal é o Morro da Igreja, com 1.822 m de altitude, com vista para a Pedra Furada. Para visitar este atrativo deve-se solicitar autorização na sede do ICMBio em Urubici.

Na estrada do Morro da Igreja está proibido o trânsito de veículos pesados. Se houver chuva excessiva a estrada será interditada para trânsito de veículos leves.

P1050848 (Large)

Dentro e ao entorno do parque, existem paisagens fantásticas com inúmeros atrativos naturais entre mirantes, morros, campos, serras, cânions, vales, rios, cachoeiras, cascatas, caverna, gruta e até inscrição rupestre.

Em especial se vê uma rica ave-fauna integrada a beleza da floresta de araucária e mata atlântica.

Embora dentro da área de parque esteja provisoriamente suspensa atividades como caminhadas, travessias e cavalgadas.

P1050855 (Large)

Para compensar, aos arredores, as serras do Corvo Branco e do Rio do Rastro mostram todo seu esplendor dado que estão bordeadas por cânions com diferença de 1.100 metros de altitude entre municípios da serra e litoral sul de Santa Catarina.

P1130675 (Large)

Local: Parque Nacional de São Joaquim / SC.

Trilha das Cachoeiras

P1090974 (Large)

“Sua densa floresta esconde um relevo acidentado onde preserva importantes     mananciais. Estamos falando de uma das áreas naturais mais ameaçadas do mundo,      a Mata Atlântica.”

P1100023 (Large)

A caminhada foi dentro do Parque Estadual Serra do Mar, núcleo Cunha, criado para proteger parte de uma imensa riqueza de espécies vegetais e animais, onde muitas estão ameaçadas de extinção como a jacutinga e o mono-carvoeiro.

P1090980 (Large)

A trilha percorre praticamente metade do percurso numa estradinha em meio a floresta atlântica. Os bons observadores podem facilmente encontrar rastros de animais no chão de terra. Com sorte até pegadas da onça parda pode ser vista.

P1090991 (Large)

No início o caminho margeia o rio Paraibuna com belos pontos para contemplação da mata e do relevo acidentado que sustenta a formação de várias quedas d’água.

P1100010 (Large)

Com nível de dificuldade médio a trilha adentra a floresta de altitude, atravessa uma pequena ponte sobre o rio Bonito em direção ao rio Ipiranga até encontrar as cachoeiras do Ipiranguinha.

P1100045 (Large)

Meio que escondido na mata, as quedas d’água, um total de quatro, são alcançadas margeando suas encostas rochosas.

P1100070 (Large)

Para descanso merecido de todos, encontramos na última cachoeira um pequeno e belo poço para banho.

P1100075 (Large)

           “Uma caminhada para aguçar os sentidos, purificar os pensamentos e                                        relaxar o corpo no calor das pedras e frio de suas águas.”

P1100055 (Large)

Trilha do Rio Paraibuna

P1040513 (Large)

Quando os colonizadores europeus chegaram à América, a Mata Atlântica ocupava 1.000.000 Km², desde o Rio Grande do Norte até o Rio Grande do Sul, indo do litoral ao interior. Após meio século restaram apenas 8% do que fora outrora.

Felizmente em 1977 foi criado o Parque Estadual da Serra do Mar (PESM) com a importante missão de proteger remanescentes de floresta Atlântica, atuação em educação ambiental, pesquisa e ecoturismo.

P1040523 (Large)

No PESM Núcleo Cunha, temos áreas protegidas de mananciais que abastecem o Vale do Paraíba e Litoral Norte do estado de São Paulo.

Esta riqueza de mananciais esconde inúmeras cachoeiras e rios como o Paraitinga e Paraibuna, que formam o famoso rio Paraíba do Sul.

P1040521 (Large)

O PESM preserva árvores de grande porte como cedro, peroba, jatobá, canela, ipê, grumixama e guatambu. A flora abriga ainda angico branco, palmito jussara, bromélias e orquídeas.

A exuberância de sua mata preserva animais como a onças pintada e parda, anta, capivara, bicho preguiça, coati, bugio, jaguatirica, pica-pau, serelepe, gavião, mono carvoeiro, macaco prego, cateto, queixada e paca.

P1040528 (Large)

A Trilha do Rio Paraibuna pode ser percorrida sem monitoramento pois é uma trilha autoguiada de baixo nível de dificuldade numa extensão de 1.700 metros.

P1040534 (Large)

A exuberância da trilha acompanha a margem esquerda do rio Paraibuna anunciando poços e cachoeiras para banho. É um caminho para ser apreciado e contemplado!

Local: Cunha / SP.

Circuito Fortaleza Deserta

O circuito Fortaleza Deserta nada mais é que um trecho da Trilha das Sete Praias, localizado entre a praia da Fortaleza e Lagoinha, litoral de Ubatuba.

P1090231 (Large)

Naquela manhã de verão, descemos em direção ao litoral para uma belíssima trilha, onde até poderíamos chamar de passeio na mata em busca de praias desertas.

P1090265 (Large)

A trilha saiu da praia da Fortaleza em uma hora de caminhada até a praia do Cedro. Amanheceu um nublado com temperatura amena onde facilitou nossa progressão dentro da mata atlântica.

P1090261 (Large)

Assim que chegamos ao Cedro desviamos a esquerda pelas rochas, em mais quinze minutos de caminhada, até a praia Deserta, totalmente escondida por terra e pelo mar é constantemente visitada por pequenas embarcações.

P1090248 (Large)

Ficamos a contemplar a praia e aquelas rochas espalhadas num pequeno pedaço de areia. Encontramos árvores de abricó, frondosas e carregadas de frutos ainda verdes. Após deleite daquele momento retornamos ao Cedro.

P1090297 (Large)

P1090301 (Large)

No Cedro desfrutamos de horas numa praia quase deserta da presença dos turistas de veraneio. Entre um banho no mar e outro no riacho buscamos as sombras da amendoeira-da-praia, também conhecida como chapéu-de-sol.

P1090315 (Large)

Ao meio dia, sol a pino, chegou a hora do lanche com castanhas, maçã e água. Em seguida iniciamos o retorno em direção ao Costão Rochoso da Fortaleza, que se projeta em direção ao mar aberto.

P1090346 (Large)

Retornamos a praia da Fortaleza para mais um banho no mar e parada para almoço. Como estávamos no horário de verão, finalizamos com um mergulho na Cachoeira da Bacia que está escondida no sertão do Corcovado.

P1090370 (Large)

Cachoeira da Água Branca

P1050466 (Large)

Descemos a Rio-Santos em direção à praia da Maranduba, região sul de Ubatuba. Adentrando o Sertão da Quina avistamos, no alto da serra, uma queda de águas brancas, imponente. Nosso destino, Cachoeira da Água Branca.

P1050440 (Large)

O rio Maranduba se avoluma captando água de seus afluentes que se soma a centenas de regatos e ribeirões que descem a serra. A trilha começa as margens da cachoeira da Renata e ao longo da caminhada cruza várias vezes o rio Água Branca.

P1050512 (Large)

Quanto mais interior, mais bela e selvagem a mata se torna. Em terreno de Mata Atlântica, ao caminhar na crista de um morrete se notou o som claro e transparente de dois regatos, um de cada lado, descendo a encosta.

P1050474 (Large)

No caminho tivemos a oportunidade de presenciar a força da cachoeira da Queda Brava. Momento de descanso para depois seguir no trecho mais íngreme aonde se chega à base da cachoeira da Água Branca.

P1050473 (Large)

Praticamente aos pés da serra e totalmente envolvida pela mata, a cachoeira despenca 300 metros de queda. Para ter uma visão diferenciada, seguimos atravessando o rio e subimos por uma encosta íngreme até chegar ao mirante.

P1050480 (Large)

Defronte da imensa queda o vento batia com toda força. O mirante mostrava uma área reduzida que não permitia grandes movimentações. O jeito foi procurar uma parada segura, sentar no chão e apreciar embevecidamente e demoradamente aquele momento!

P1050484 (Large)

Estupendo!

P1050488 (Large)

Trilha do Garcez

P1050448 (Large)

A Trilha do Garcez está localizada dentro do Parque Estadual Serra do Mar – PESM, Núcleo Santa Virgínia – Base Vargem Grande, município de Natividade da Serra / SP.

P1050519 (Large)

Um lugar para contemplar a beleza natural da Serra do Mar caminhando às margens do rio do Jacu e rio Grande. O caminho dentro da floresta atlântica de planalto tem variação altimétrica em torno de 230 metros e uma distância total de 6 km.

P1050554 (Large)

Esta trilha conta com diversos atrativos naturais entre cachoeiras e poços para banho, como a cachoeira do Garcez, cachoeira do Pocinho, rio do Jacu e poços para banho ao longo do rio Grande.

P1050538 (Large)

Dentro do parque é fácil encontrar árvores como Manacá-da-serra, Cedros, Palmeiras, Canelas, Araçás e Palmito Jussara. A fauna abriga uma diversidade de 146 espécies de aves endêmicas da Mata Atlântica e 67 espécies de mamíferos.

P1050492 (Large)

Com um pouco de prática na observação do ambiente, pode-se ainda encontrar anfíbios e répteis usando do recurso da camuflagem para se proteger ou esconder dos predadores.

Local: Natividade da Serra / SP.

Trilha do Rio Grande

P1020702 (Large)

Saindo bem cedo de São José dos Campos seguimos em direção a São Luis do Paraitinga, sentido Parque Estadual da Serra do Mar – PESM, Núcleo Santa Virgínia, Base Natividade da Serra.

P1020705 (Large)

O Parque Estadual da Serra do Mar foi criado em 1977 com o objetivo de proteger parte dos remanescentes de Mata Atlântica. Suas encostas de altitudes elevadas abrigam árvores de grande porte como o cedro e guatambu que abrigam bromélias, orquídeas e samambaias.

P1020780 (Large)

No PESM preserva-se uma palmeira nativa da Mata Atlântica que está ameaçada de extinção. Também chamada de içara, é mais conhecida como palmito juçara. Estes nomes são derivados do seu nome em tupi: yu’sara.  

P1020713 (Large)

A região tem relevo acidentado que favoreceu a formação de corredeiras e cachoeiras nos rios Ipiranga, Ribeirão Grande e Palmital, afluentes do rio Paraibuna. A trilha do Rio Grande esconde poços naturais e cachoeiras, sem contar a diversidade de espécies vegetais e animais que constituem a biodiversidade da floresta atlântica.

P1020729 (Large)

Ás margens do Ribeirão Grande e protegido pela floresta, passamos pelo poços naturais do Ribeirão Grande e dos Peixes. A caminhada tem seu destino final na cachoeira da Boneca numa distância total de treze quilômetros.

P1020818 (Large)

Uma trilha de grande beleza natural!

P1020815 (Large)

Local: Natividade da Serra / SP

Trilha das Sete Fontes

Um lugar especial para se caminhar sem pressa, apreciando a mata e o mar…

P1000720 (Large)

Esta trilha revela um tesouro natural da Mata Atlântica em água transparente de um oceano calmo de cor verde azulada. Ponto de encontro para os que sabem apreciar a natureza!

P1080331-32 (Large)

Para desfrutar de perto este paraíso, a caminhada tem inicio no Saco da Ribeira, em direção a praia da Ribeira. Na praia do Flamengo vale a pena uma parada para banho de mar. Local de praia tranqüila que propicia um bom mergulho livre.

P1080338 (Large)

P1000611 (Large)

De volta à trilha, a subida do morro esconde um paraíso perdido entre muitas estórias do nome do lugar. Segundo contam os antigos caiçaras, há muito tempo atrás à beira mar, havia apenas uma fonte, porém ao longo do ano ela se dividia e aparecia em sete lugares diferentes na praia. Hoje em dia não há vestígios das sete fontes, por outro lado, deixa a certeza que o lugar ainda esconde um pedacinho do paraíso.

P1000697 (Large)

P1080375 (Large)

A praia das Sete Fontes abriga famílias caiçaras que além da conversa de quem vive da sabedoria do vento e do tempo, também oferecem um bom peixe preparado na hora.

P1080410 (Large)

Local: Ubatuba / SP