Vulcão Lascar

Após quase uma semana no deserto, chegou o dia de subir o vulcão Lascar. Entre outros vulcões do Atacama, o Lascar está a sudeste de San Pedro do Atacama e cerca de 5.600 metros de altitude.

P1090716 (Large)

No Chile o vulcão Lascar é o mais ativo. Na erupção de 1993, o vulcão lançou densas colunas de fumaça que poluiu o rio que abastece Talabre. Esta aldeia como estava situada nas encostas do vulcão, foi transferida para uma nova área e hoje restam apenas suas ruínas de pedra.

P1110460 (Large)

Partimos de madrugada de San Pedro do Atacama num transporte 4×4. Na estrada me veio à mente a última erupção, no ano de 2006, onde se podia ver, a centena de quilômetros de distância, uma coluna de fumaça expelindo gases, partículas e cinzas.

Para não sofrer do mal da altitude fizemos uma boa aclimatação subindo outras montanhas. Usamos equipamentos apropriados como, por exemplo, roupas em camadas, luva, touca, lenço multifuncional, óculos de sol com proteção UV, mochila de ataque com ‘camel back’, bastões e botas de caminhada.

Antes de seguir para a face sul do vulcão, fizemos uma parada no meio do deserto para um reforçado café da manhã. Para espantar o frio tomamos chá de coca e ficamos esperando o nascer do sol despontar nas montanhas atrás da laguna Lejía.

P1110146 (Large)

A partir da base do vulcão, a 4.800 metros de altitude, seguimos numa ascensão cadenciada, passos lentos e algumas paradas para descanso. Mesmo não sentindo sede bebia água e comia algo. Como era de manhã, o vento soprava fraco e o cheiro de enxofre não incomodou quando chegamos ao lado da cratera de 750 metros de diâmetro e 300 metros de profundidade.

P1110189 (Large)

Após mais um descanso seguimos em direção ao cume. Subimos uns duzentos metros, passo-a-passo, lentamente bordejando a cratera pelo lado direito, seguindo uma trilha visualmente marcada por um terreno de pedregulhos e cascalhos.

P1110256 (Large)

Hora de contemplar e celebrar o momento com os amigos de montanha! Após descanso e ter degustado uma barra de chocolate, iniciamos uma descida tranquila e lenta para não sofrer os efeitos do ar rarefeito.

P1110263 (Large)

P1110305 (Large)

O espetáculo é garantido por uma visão 360° avistando inúmeras montanhas da região como, por exemplo, o Colachi, Corona, Tumisa, e também o salar Aguas Calientes e laguna Lejía.

P1110237 (Large)

P1110231 (Large)

As paisagens são de tirar o fôlego!

Anúncios

Ibitipoca

P1090169 (Large)

Em tupi, Ibitipoca é a junção de ‘ybytyra’ e ‘pok’, significa montanha estourada. Isso se deve ao relevo formado por duas escarpas rochosas de quartzito, resultantes de desdobramentos tectônicos.

P1080534 (Large)

Então resultou numa topografia montanhosa cujo formato assemelha-se a uma ferradura, diferente dos arredores onde predomina apenas morros e colinas. Com essa topografia a Serra do Ibitipoca apresenta altitudes variando de 1.000 m nos vales ao sul a 1.784 m, o ponto mais elevado, na escarpa do leste.

P1080413 (Large)

A Serra do Ibitipoca delimita o Parque Estadual do Ibitipoca, criado em 1973, numa área de 1.488 hectares, situado entre a Serra da Mantiqueira e o Planalto de Andrelândia, sudeste do Estado de Minas Gerais. Localiza-se nos municípios de Lima Duarte, distrito de Conceição do Ibitipoca, e de Santa Rita do Ibitipoca.

P1090146 (Large)

Na Serra formam-se rios, ribeirões e córregos com vertentes e leitos rochosos em meio a vales em garganta, pontes naturais, paredões, grotas, grutas e dolinas. A vegetação é predominante de campos rupestres, mata ombrófila e matas ciliares. A flora é composta de orquídeas, bromélias, líquens e samambaias.

P1080685 (Large)

Com um relevo diferenciado, o clima na Serra se destaca com aumento da umidade e chuvas elevadas no verão, diminuição das temperaturas médias e inverno frio e seco.

P1080749 (Large)

Abriga uma fauna representada pelo lobo-guará, bugio, sauá e até onça-parda. Da avifauna foram identificadas quase duas centenas de espécies como, por exemplo, o pavó, águia-chilena, acari-banana, tucano-do-bico-verde, taperuçu e o andorinhão-de-coleira falha.

P1090103 (Large)

Os principais atrativos naturais, dentro da área do parque, são cachoeiras, rios, praias, piscinas, cânions, grutas, mirantes e formações rochosas. A visitação é controlada e tem boa infra-estrutura para atender visitantes e campistas.

P1080724 (Large)

Nos próximos ‘posts’ vamos percorrer três circuitos dentro do parque, onde as trilhas seguirão por lugares fantásticos como, por exemplo, o Lago dos Espelhos, Ponte de Pedra, Cachoeira da Pedra Quadrada, Gruta dos Viajantes, Pico do Pião, Gruta dos Fugitivos, Cachoeirinha e Janela do Céu.

P1080934 (Large)

Local: Lima Duarte / MG.

Jeitos de Ver o Mundo – Parte 3

Neste terceiro e último vídeo sobre gestão para sustentabilidade apresentamos as boas projeções e cenários menos otimistas sob a ótica do indivíduo, sociedades e mundo.

Este olhar da sustentabilidade inspira novas atitudes e comportamentos. O mais importante é que as mudanças já estão em curso.

E também não poderia faltar o final da estória do Roberto.

Vídeo: Grupo Santander Brasil

Era do Gelo

P1040972 (Large)

A origem de um glaciar se dá onde a neve se mantém ao longo de anos e anos de precipitação. A neve acumulada se comprime em seu próprio peso e assim perde o ar entre os cristais de gelo, formando grânulos cada vez maiores e compactos. À medida que esta compressão vai eliminando as partículas de ar, a neve se transforma em um tipo de gelo translúcido, até formar o gelo glaciar de coloração azulada.

P1030993 (Large)

P1020478 (Large)

Os glaciares ou geleiras originam das glaciações que são acontecimentos climáticos cíclicos que se estendem por milhares de anos, onde a baixa temperatura e umidade produzem um acentuado aumento da massa de gelo. Somos expectadores dos efeitos da ultima glaciação (era do gelo), que ocorreu há cerca de 110 mil anos, o que em termos geológicos, é um breve lapso do tempo.

P1020045 (Large)

O permanente movimento de uma geleira parece imperceptível. Como se originam em altitudes mais elevadas o efeito da gravidade atua na conformação de rios de gelo que descem as montanhas. A grande massa de gelo busca seu destino como se fosse um curso d’água terminando em lagos e oceanos.

P1020606 (Large)

P1040357 (Large)

Os glaciares são um dos maiores responsáveis pela formação de inúmeras paisagens em nosso planeta. Após o retrocesso natural da ultima glaciação, surgiram grandes depressões que foram inundadas pelas águas do degelo, formando grande lagos, inúmeros canais e fiordes. Na compressão de milhares de toneladas de gelo formaram vastas planícies e extensos vales. Toda a geografia da Terra foi afetada pela ação das geleiras.

P1020629 (Large)

P1040636 (Large)

Os glaciares são santuários naturais onde a preservação é o mínimo que devemos ter quando os visitamos. São regiões que protegem e conservam características naturais de uma rica fauna e flora. Uma paisagem selvagem e deslumbrante.

P1020421 (Large)

Então temos trilhado por caminhos da última era do gelo em meio às montanhas, vales, bosques, desertos e lagos. Algumas vezes os caminhos se mostraram difíceis e perigosos devido às intempéries; E assim tivemos que recuar ou esperar. Em outros momentos o caminhar foi lento para garantir uma chegada segura.

Caminhar é preciso…

Espírito da Raposa

Este curta, além de apresentar uma bela animação, mostra uma jornada onde as emoções de dois caçadores ficam a flor da pele. Eles enfrentarão a frustração, curiosidade, ambição, ciúme, ira, agressividade, dor, bravura e decepção.

Deste milênios os humanos e raposas tem vivido próximos, e assim surgiram as lendas e mitos. Muitas histórias contam que estes seres enganam as pessoas, em outras se mostram como guardiãs fiéis, esposas…

No folclore chinês, a astucia da raposa tem sua representação na mulher que usa a beleza para manipular o homem. No folclore japonês, kitsune, espírito da raposa, são seres de inteligência superior, vida longa e poderes mágicos, do tipo benevolente ou maldoso. Um dos poderes é habilidade de mudar de forma e geralmente se mostram como uma jovem e bela mulher.

Vídeo: Supinfocom