Cachoeira da Água Branca

P1050466 (Large)

Descemos a Rio-Santos em direção à praia da Maranduba, região sul de Ubatuba. Adentrando o Sertão da Quina avistamos, no alto da serra, uma queda de águas brancas, imponente. Nosso destino, Cachoeira da Água Branca.

P1050440 (Large)

O rio Maranduba se avoluma captando água de seus afluentes que se soma a centenas de regatos e ribeirões que descem a serra. A trilha começa as margens da cachoeira da Renata e ao longo da caminhada cruza várias vezes o rio Água Branca.

P1050512 (Large)

Quanto mais interior, mais bela e selvagem a mata se torna. Em terreno de Mata Atlântica, ao caminhar na crista de um morrete se notou o som claro e transparente de dois regatos, um de cada lado, descendo a encosta.

P1050474 (Large)

No caminho tivemos a oportunidade de presenciar a força da cachoeira da Queda Brava. Momento de descanso para depois seguir no trecho mais íngreme aonde se chega à base da cachoeira da Água Branca.

P1050473 (Large)

Praticamente aos pés da serra e totalmente envolvida pela mata, a cachoeira despenca 300 metros de queda. Para ter uma visão diferenciada, seguimos atravessando o rio e subimos por uma encosta íngreme até chegar ao mirante.

P1050480 (Large)

Defronte da imensa queda o vento batia com toda força. O mirante mostrava uma área reduzida que não permitia grandes movimentações. O jeito foi procurar uma parada segura, sentar no chão e apreciar embevecidamente e demoradamente aquele momento!

P1050484 (Large)

Estupendo!

P1050488 (Large)

Anúncios

8 respostas em “Cachoeira da Água Branca

  1. Olá. Amigo fiquei fascinado com o local. Gostaria de tirar duas dúvidas. Pode ser? A primeira é saber o local exato dessa cachoeira, pois jogo o endereço no google e ele me direcionada para uma cachoeira de mesmo nome porém em Ilha Bela. Teria como me passar o endereço correto por gentileza? A segunda é saber se no local é permitida a prática do camping selvagem ou natural, claro que com todos os cuidados que devemos tomar. Aguardo o seu contato o quanto antes. Obrigado.

    • Olá Gabriel, respondi suas perguntas no seu e-mail pessoal. O ideal é você contratar um guia local pois no começo a trilha é fácil, depois surgem bifurcações e a trilha sobe a serra dentro da mata. Se seguir na margem direita do rio Maranduba vai encontrar outras quedas d’água tão bonitas quanto esta. Muito cuidado nesta época do ano devido as chuvas e trombas d’água que podem surgir e subir o nível do rio instantaneamente, trazendo detritos como árvores, pedras e sedimentos. Abraço.

  2. Olá, adorei seu blog e principalmente seu post sobre a linda Água Branca. Estamos em uma ardente luta aqui na região pois a SABESP quer implantar, alias esta implantando, um sistema de captação de água na Cachoeira da Renata que terá um grande impacto nas nossas águas. Quem tiver interesse em entrar nessa luta entre em contato. A área impactada faz parte da Rota das Cachoeiras aqui no Sertão da Quina em Ubatuba. Na minha opinião um grande impacto ambiental, turístico, cultural, visual… Além de pertencer a uma bacia hidrográfica de Ubatuba. Att, Marianna Pavan, Guia de Turismo.

    • Olá Marianna, que chato isto estar acontecendo. Imagino como é difícil esta luta quando o próprio município não leva em consideração estas questões ambientais e turísticas. Isso é triste porque a Cachoeira da Renata é um lugar especial. Desejo que consigam por algum meio a reabertura de uma discussão onde fatos e dados possam ser apresentados para uma verdadeira avaliação do impacto ambiental e alternativas para que o melhor seja feito na região do Setão da Quina. Abs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s